Documento sem título

Indique Nosso Site:

Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome do Indicado:
E-mail do Indicado:

  
Parceiros: Documento sem título  
SODRAMAR
Filtros e Bombas para Piscinas
Bombas para piscinas
Moto Bomba Monof.
 
 
Descrição
Qualquer bomba hidráulica , para qualquer finalidade, tem a função de transportar a água de um lugar para outro. A bomba hidráulica de piscina tem também a função de oxigenar a água.

A Moto Bomba Sodramar é uma bomba auto escorvante, podendo assim trabalhar acima do nível da água da piscina, apesar de ter o seu tempo de vida reduzido pelo desgaste do selo mecânico e peças internas.

O funcionamento silencioso, a maior vazão e pressão do mercado nacional são as principais características da bomba Millenium.

Composição e função das peças da bomba.

Flange adaptadora, bracket, rotor, voluta, borrachas de vedação, cestinho do pré-filtro, corpo da bomba com pré-filtro e tampa de policarbonato.

A Flange Adaptadora: é a peça parafusada na flange do motor, responsável pelo acoplamento do motor ao da bomba.

O Bracket: é a peça onde se faz o fechamento do reservatório interno da bomba. Existe um orifício no centro da peça por onde passa o eixo do motor que necessita de vedação para que a água não escorra para o motor. Este furo no meio do bracket está fora de centro para que o rotor da bomba trabalhe sempre afogada. A fim de evoluir o seu tempo de vida, o encaixe do selo mecânico no Bracket é feito por um inserto de aço inox.

O Rotor da Bomba: é rosqueado no eixo do motor, e tem a função de sucção e recalque da água de piscina. O diâmetro do rotor determina a pressão , e o espaço entre a base do rotor e a cabeça do rotor determinana a vazão que a água será recalcada. Os rotores das bombas Sodramar vem com pescoço e rosca de latão para que o rotor tenha um balanceamento perfeito, não trepide e tenha uma maior segurança.

A Voluta: é uma peça patenteada pela empresa, e tem a função de anti-câmara para que o rotor trabalhe numa área menor que o corpo da bomba, equalizando ruídos, perdas e concentrando o direcionamento do recalque da água. É encaixada no bracket.

O Corpo da Bomba: é altamente resistente às pressões internas, tem uma estrutura projetada para tal, e características interessantes como o guia para colocação do cestinho, o encaixe da tampa de policarbonato para fechar o pré-filtro, um guia para encaixe nas outras peças, e insertos metálicos para colocação dos parafusos.

TABELA DE VAZÃO DAS BOMBAS

M³/h X MCA

MCA 2 4 6 8 10 12 14 16 18
MODELO CV                  
BM 25
1/4 cv
8 6,95
4,80
1,24          
BM 33
1/3 cv
9,63
8,78
6,95
4,70
         
BM 50
1/2 cv

13,80
12,20
10,10
7,85
2,75
     
BM 75
3/4 cv
 
14,55
12,60
10,60
7,55
     
BM 100
1 cv
 
16,80 15,20
13,40
11,95
6,95
   
BM 150
1,5 cv
      20,50
19,00
17,00
15,00
12,50
 
BM 200
2 cv



22,30
20,90
17,00
17,50
15,30
8,00
BM 300 3 cv       27,88 26,13 24,25 21,88 19,75 10,00
Observação: Para um melhor rendimento nas bombas acima de 1 cv, é indispensável a utilização de uma tubulação de 2 ou 2 ½

 

 
Mais informações
Motor elétrico
Não só os critérios normais de instalação são essenciais para um bom funcionamento do filtro e da bomba da piscina. Existem fatores e equipamentos de proteção elétrica que fazem parte do conjunto que envolve a segurança do equipamento.

Oscilações na rede elétrica, raios, chuvas, calor e fiação correta, entre outros, são algumas das variáveis que podem influenciar desde a queda de rendimento até a perda do equipamento.

Existem algumas casas de máquinas que não seguem nenhum critério básico de instalação. Com as chuvas torrenciais e calor, característicos da época, é normal verificar esses lugares inundados por falta de um ralo de esgoto na casa de máquinas ou um motor elétrico com super aquecimento, por falta de ventilação.

O motor elétrico split-face, usado por nós em nossas bombas e por outros fabricantes de bombas, suporta trabalhar até 40ºc - temperatura ambiente, e pode alcançar até 80ºc de temperatura em sua carcaça. Se uma bomba estiver com 70ºc (carcaça) e instalada num lugar sem muita ventilação, com certeza irá trabalhar com uma temperatura acima do suportável e queimará consequentemente.

O motor elétrico, antes de ser instalado, deve ser observado a sua potência e a distância até o quadro de força, para determinar-se a bitola correta do fio que será colocada. A utilização de uma bitola diferente do determinado pelo manual de uso da bomba pode comprometer a vida do equipamento, pois a amperagem do motor deverá subir acima do previsível.

O motor elétrico é dimensionado e projetado para trabalhar com 110 ou 220 volts (nas ligações monofásicas) e 220 ou 380 volts (nas ligações trifásicas); com até 7 a 8 % abaixo ou acima da voltagem específica; ou seja, se a bomba estiver ligada em 220v, a rede poderá estar variando de 202 volts até 237 volts.

Interrupções no fornecimento de energia e oscilações na rede elétrica é um fato normal e já faz parte da rotina brasileira. Por isso, os fabricantes de motor elétrico são extremamente rigorosos quanto à garantia de suas peças, pois a maioria (quase absoluta) dos problemas com os motores elétricos não são de origem de fabricação , e sim da empresa fornecedora de energia , fatores climáticos ou falhas na instalação.

Geralmente, qualquer manual de bomba ou motor especifica os equipamentos de proteção que deverão ser usados para evitar problemas futuros, como o relê de temperatura (salva motor), dijuntores, contatores e até o aterramento do motor elétrico são imprescindíveis para a proteção do motor elétrico contra os raios.


A Sodramar revende a chave de partida da marca WEG, que tem grande eficiência na proteção dos motores elétricos. A chave de partida é composta por:

  • Ampla faixa de potência.
  • Liga / Desliga / Reset / Auto - disponibilidade de tipos de acionamento. 
  • Específico para bombas
  • Relê de sobrecarga incorporado
  • Contatores.